Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quixote

Quixote que sonha
um mundo sem dor
e sem regalias
para oco existir

De olhos vidrados
vibra tímido brilho
de jeito acanhado

de rompantes, de repente
De rimar e não querer
de ser tanto e não caber

Terreno fértil
esperando semente,
Se abre flor silvestre
no deserto inculto

E é com plenitude,
encravado no absurdo
Que é viver

Surge, enche a noite
de cantar sincero e forte.
Inevitável e concreto,
não pede licença,
existe e é.
desafinada
Enviado por desafinada em 20/09/2007
Reeditado em 20/09/2007
Código do texto: T660152
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
desafinada
São José - Santa Catarina - Brasil, 36 anos
62 textos (3322 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/12/17 04:07)
desafinada