Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O merecido respeito a Mulher.

Podemos outorgar-lhes vosso amor,mas não vosso pensamento.
Porque elas têm seus próprios pensamentos poderemos abrigar seu corpo, mas não suas almas.
Suas almas residem na mansidão do amanhã que os homens não podem visitar nem mesmo em sonhos.
O arquiteto lhe designou e doaste o dom de conhecer mas  antes gerar e carregar e depois sermos arremessados como flechas vivas.
Certamente são dignas de receber afeto, respeito e muita compreensão etc.
Em alguns momentos alguns homens são omissos e não desnudam de seu orgulho em reconhecer o seu papel de importância perante a sociedade e a humanidade que elas têm.
As mulheres são competentes e capacitadas são árvores que dão bons frutos e possuem boa receptividade de acalento e ternura.
Entretanto a mulher é vida que dá a vida, somos  sangue em seu sangue, nada somos sem a seiva que nutre a árvore da verdadeira existência.
Por que ser indolente é tornar-se um estranho ás estações e fastar-se o orgulho derrubando barreiras quebrando tabús.
Não vejo extrema necessidade de alterar o que a dois mil anos foi planejado e executado existe a necessidade de ser mais valorizada.
José Humberto da Silva
Enviado por José Humberto da Silva em 22/10/2007
Código do texto: T705372
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Humberto da Silva
Sales Oliveira - São Paulo - Brasil
841 textos (34030 leituras)
1 áudios (133 audições)
1 e-livros (85 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/12/17 16:15)