Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Verso ao vento sempre chega ao destino certo

A alma se inquieta, mas o verso se estende.
O medo amingua mas as angustia se alastra.
O verso passeia sem constrangimento
Que sua ponta atingiu a minha...

O verso que canta, que fala que sente,
Que clama, que encara, que chama, que chora
É o verso que ama, que dita, que dobra.
É verso reverso do espelho que sopra.

E se o verso é quadrado, certinho e contido.
É verso guardado, encaixotado, recolhido.
Verso de baú que envelhece sozinho
Verso que se esquece quando o amor o chama.

O verso é seu, no verso o meu
Verso ao vento com destino certo.
Verso converso, servo do amor
Amor que versa seu amor sem verso.

Lorenzo Giuliano Ferrari
Enviado por Lorenzo Giuliano Ferrari em 23/10/2007
Código do texto: T705909
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Lorenzo Giuliano Ferrari
São Paulo - São Paulo - Brasil, 54 anos
1839 textos (51488 leituras)
1 áudios (2458 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/12/17 12:54)
Lorenzo Giuliano Ferrari