Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A palavra certa (para Carlos Drumond de Andrade)

Procuro mas não tropeço
Naquela palavra incerta
Corro mundo, me enlouqueço
Na magia que a enxerta.

Será a senha do mundo
Que some na sombra rara
Se o Sol dorme no segundo
Passa a letra erra a cara.

Quem irá pois descobri-la
Será cego de nascença
Nos olhos luz por abri-la
Vida eterna na presença.

E a incerta descoberta
Será no homem liberta.


(Homenagem a Carlos Drumond de Andrade, desculpem, muito modesta)
RoqueSilveira
Enviado por RoqueSilveira em 30/10/2007
Reeditado em 30/10/2007
Código do texto: T716072

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (citar a autoria de M. Conceição Roque da Silveira e o site www.letrasdispersas.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
RoqueSilveira
Portugal
235 textos (8627 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/12/17 16:22)
RoqueSilveira