Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Flor atômica

Uma outra flor
está voltando a florescer,
ofuscando o amor
provocando a dor em qualquer ser.
É uma flor paradoxal
que vem acompanhada por um punhal
que faz sangrar até a alma,
fazendo-nos perder a calma e a fé,
a fé no bicho-homem,
esses que fazem a vida andar a ré
que consomem, aniquilam
com aquilo que chamamos sonho
e faz nascer um pesadelo medonho no lugar.
São capazes de acertar
com precisão cirúrgica um alvo militar,
mas não conseguem por a salvo
o ser humano que quer amar.
Essa flor nagasakiana,
hiroximiana, alamagordiana
não ama.
É o ser repugnante
que nunca devemos fazê-lo amante,
mas extingui-lo da face da terra.
E essa tal de guerra?
É o ente
que queremos tirar do meio de nossa gente
e dizer que o amor
é a flor que queremos gerar nessa terra.
Aldair Lucas
Enviado por Aldair Lucas em 20/09/2007
Código do texto: T661035
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Aldair Lucas
Amambai - Mato Grosso do Sul - Brasil, 50 anos
48 textos (3798 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/17 02:02)
Aldair Lucas