Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Flâmulas Selvagens

Eu preciso de um pouco de paz...
Talvez haja uma colina e uma cabana...
Talvez haja uma praia e uma sombra...
Talvez haja um oásis e um pouco d'água...

Preciso sair dos meus medos e encarar o sol...
Preciso sair dos meus temores e encarar o mundo...
Eu preciso de paz para minha alma atormentada...
Eu preciso de paz para minha mente maculada...

Há nuvens no céu e o céu num dia nublado...
Apenas rabisco minhas impressões no papel...
Apenas deixo o tempo escorrer para o mar...
Eu velejo em águas de correnteza...
Apaixonado por uma estranha beleza...
Mas nada mais importa... apenas velejar...

Sem meias palavras, sem receios de sonhar...
Lembro-me deste tempo... lembro-me até demais...
Minhas lágrimas escorreram com o tempo para o mar...
Estou retornando para enfrentar novos temporais...
Enquanto procuro uma musa para me inspirar...
E tornar nossos olhares flâmulas selvagens e imortais...
Callis Morius
Enviado por Callis Morius em 13/11/2007
Reeditado em 13/11/2007
Código do texto: T735703

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Callis E. Morius - Pedro Penido). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Callis Morius
Itaúna - Minas Gerais - Brasil
38 textos (1439 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/17 01:41)
Callis Morius