Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Menininha Vanda

É estranho que eu pense
Em momentos como assim
Que esqueceste de mim!
Sou algo que te pertence
Toma tento Menininha
Que a consistência minha
Não se perde, não se vence.

É que tanto tempo eu
Quedo nesse vira-e-mexe...
‘stou pior que um lacambeche
Que até o tempo esqueceu
Mas eu tenho meus cuidados
Tenho escondido uns guardados
Que Alzheimer não corroeu

Eu fico bem à vontade
Pra te contar, num repente
Que sinto é “falta da gente”,
Nós dois, em normalidade.
Sei, não é esquecimento.
Quando muito é “passamento”
Enquanto, em mim, é saudade

E a saudade é um travesseiro
Pra descansar a cabeça
E garantir que eu não perca
Nem nunca teu paradeiro
Pois trago a mente adrede.
Porque, se o momento pede...
Eu quero sacar primeiro!
Cesare Costalis
Enviado por Cesare Costalis em 25/06/2009
Código do texto: T1666364

Comentários

Sobre o autor
Cesare Costalis
Porto Velho - Rondônia - Brasil, 68 anos
3 textos (40 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/09/20 06:02)
Cesare Costalis