Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AMORES EXTRAVIADOS

Que boca a minha boca beijou,
que corpo minhas mãos tocaram,
que mágoa no teu coração se alojou
que sem brilho teus olhos ficaram!

Que paixão nos uniu e morreu,
que lança nosso amor matou,
que muro entre nós se ergueu
que p'ra sempre nossas almas separou!

Que cruz carregámos toda a vida
qu' aos ombros transportámos vergados,
que caminho ou rota desconhecida
que nos arrastou para rumos errados!

Que encontraremos no final da estrada
que percorremos até à morte certa,
que haverá para lá desta caminhada
que nos conduzirá a parte incerta!
José Rafael
Enviado por José Rafael em 21/06/2005
Reeditado em 29/10/2005
Código do texto: T26458

Comentários

Sobre o autor
José Rafael
Portugal
39 textos (1847 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/07/20 04:29)
José Rafael