Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ANDORINHA

ANDORINHA

Vai minha andorinha,
que desgarrada, habitou, solitária,
este velho farol.
Vai.
Ficarei observando o seu vôo derradeiro,
até a linha do horizonte,
na despedida do sol.
Testemunha silenciosa
desse amor incomum.
Vou ficar aqui,
iluminando a noite dos sonhos,
na esperança.
Vai andorinha,
encontra o seu bando.
Eu vou ficar aqui,
eu e o sol, ouvindo o vento.
Vai andorinha,
eu vou ficar aqui,
na esperança
de um dia você voltar.

PUBLICADO NA ANTOLOGIA DE ESCRITORES BRASILEIROS ...E AUTORES DE PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA - POESIAS, CONTOS E CRÔNICAS - 5ª EDIÇÃO - 2007 - EDITORA RICARDO ALEPH DE BENEDICTIS - RB EDITORA.


Mario Rezende
Enviado por Mario Rezende em 15/09/2005
Reeditado em 29/11/2010
Código do texto: T50697


Comentários

Sobre o autor
Mario Rezende
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
718 textos (54968 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/07/20 11:27)
Mario Rezende