Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Meus Mortos

Às vezes,
parece que vejo
meus mortos
em alguma
desconhecida rua,
andando distraída;
ou refletidos cativos,
numa vitrina;
ou numa janela,
atrás de uma cortina
a voejar...
Vejo-os
num canto
de uma casa vazia,
ou num jardim,
escondidos...

Às vezes,
suas vozes
parecem murmurar
dentro de mim
seus nomes ausentes...

É aí que vem
esta saudade
pungente
que teima
em não me deixar...

Reviro
a minha memória
andarilha
e eles voltam,
como parte
de uma história
insepulta
que eu gosto de lembrar...
linney jeanne palma
Enviado por linney jeanne palma em 30/08/2007
Reeditado em 30/09/2007
Código do texto: T631063

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para o site "www.poesiasmais.zip.net'). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
linney jeanne palma
Canoas - Rio Grande do Sul - Brasil
96 textos (4417 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/17 10:13)
linney jeanne palma