Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

POETA DE BAR

Depois de um almoço farto
deixando pra trás colheradas,
mas ainda no enlevo dos sabores...

Ver você na esquina:
encostada à grade do muro da casa amarela,
sofrendo os amassos do garoto da escola
cujas mãos nervosas passeiam céleres
pelo seu corpo virgem, inquieto de amor...

Fez-me voltar ao passado
quando sua mãe era como você:
linda garota de cabelos loiros,
seios fartos e corpo ardente.

E eu não resisti:

Acrescentei ao prazer dos sabores da mesa
o prazer dos sabores da cama,
visitando novamente o Atelier Primavera.
E gozei em meio ao cheiro forte de tintas várias
e ao perfume suave de flores silvestres.

Até agora sua mãe se pergunta o que deu em mim
pra voltar depois de tanto tempo...
Alex Guima
Enviado por Alex Guima em 20/09/2007
Reeditado em 22/09/2007
Código do texto: T660442
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Alex Guima
Eunápolis - Bahia - Brasil, 44 anos
177 textos (114563 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/12/17 05:32)
Alex Guima