Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quando tudo acaba

TÍTULO: QUANDO TUDO ACABA /1990

Pensando no passado, voltei a ti.
Abri o coração e ali estava presente, o pleno amor,
Que no desabrochar daquela juventude tão cheia de paixão,
Alimentava uma cadeia de sonhos e fantasias tão lindos e infantis,
Fazendo com que nós crescêssemos naquela roda viva,
Onde só se podia pensar em beijos, abraços e carícias.
Parte de mim tomava forma crescente,
E no seu corpo já composto,
Apenas aumentava o forte desejo de possuí-la mais e mais.
Naquele momento vivíamos nada mais do que,
A arrebentação carnal de dois jovens,
E o que não sabíamos, era que,
Lado a lado à nossas vidas,
Surgira um monstro, que havia descoberto,
O que não tínhamos em comum,
Os nossos ciúmes, defeitos, ou seja,
Tudo aquilo que não pensávamos em pensar.
Ao notarmos a sua presença,
Começaram então as brigas, as faltas, a desconfiança,
A não presença constante, e foi daí que,
Já desgastados pela obrigatoriedade de uma permanência
Que não mais existia,
É que reanimamos aquele começo, que não nos advertiu,
De que não teríamos qualquer culpa, em não mais nos permitir,
E que já amadurecidos, já não mais nos amaríamos. Saudades.


                                                                              DUDA GÓES
Duda Góes
Enviado por Duda Góes em 21/09/2007
Código do texto: T661929

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Duda Góes
Olinda - Pernambuco - Brasil, 53 anos
104 textos (1971 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 23:53)
Duda Góes