Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SAUDOSO
 
Estando aqui no topo das desilusões
Sentado no batente frio da incerteza
Eu mergulho no vasto campo da tristeza
E vejo um negro prado de recordações.
 
No trono que eu ocupo (feito de agonia)
Apoio-me na bengala das inverdades
E marcho passo a passo, rumo às falsidades
Que eu guardei num baú escrito: "fantasias".
 
Abro a porta composta de melancolias,
E adentro o velho quarto cheio de ironias,
Sentando-me na cama entregue à soledade.
 
E vendo o teu sorriso na foto embaçada
Atiro-lhe a bengala e após vê-la quebrada,
Corto os meus pulsos com esses cacos de saudade.
Nizardo Wanderley
Enviado por Nizardo Wanderley em 03/10/2007
Reeditado em 16/07/2015
Código do texto: T678958
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Ex: cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Nizardo Wanderley
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil
680 textos (93031 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/12/17 16:53)
Nizardo Wanderley

Site do Escritor