Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amarga saudade

A noite chega,
e com ela a saudade aumenta!
Ah!Saudade...
Por que ensistes em ser minha companheira?

Durante o dia tu pertubas
a noite te tornas amarga
doi, machuca, arde no peito
e não vejo jeito de ti me livrar.

Saudades da minha terra,
saudades da minha amada,
Ah! Minha amada...
Quem dera agora estar em teus braços
e o meu corpo cansado,
em teu colo descansar.

Mergulhar no fundo dos teus olhos,
e me perder no infinito dos seus pensamentos,
mas por enquanto não posso
tenho que suportar o meu sofrimento.

Saudade, saudade, saudade
quem sabe um dia crio asas
e num voô razante, livro-me de ti
e retorno para a felicidade,
para minha terra, para minha amada.
geovanne soares de paiva
Enviado por geovanne soares de paiva em 06/10/2007
Código do texto: T683507
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
geovanne soares de paiva
Messias Targino - Rio Grande do Norte - Brasil, 51 anos
76 textos (1866 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/12/17 00:13)
geovanne soares de paiva