Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Partida


A dor é muda
E não tem cura...

Como curar
A partida inesperada
De quem se ama?

Como separar dois corpos,
Quando se sonhou viver mil anos de união
E o trapaceiro destino
Desfaz todo um sonho de amor?

Não há o que chorar!
Só há um vazio chamado saudade,
Que me faz brigar com esse destino
Que te levou e não me levou contigo.

E a é sina é amarga!
Tenho que seguir o caminho
E a dor grita dentro do peito,
Que é melhor morrer
Que eu seguir sozinho...



Glorinha Gaivota
Enviado por Glorinha Gaivota em 10/10/2007
Código do texto: T689037
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Glorinha Gaivota
São João de Meriti - Rio de Janeiro - Brasil
931 textos (42909 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/03/21 05:52)
Glorinha Gaivota