Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SAUDADES

No silêncio do meu quarto,
contemplando o teu retrato
revivi intensas saudades.
 
Tantos dias e noites de espera . . .

Vi o nascer do dia,
o despertar dos transeuntes.
O canto das cotovias
no despertar do alvorecer.
 
E tantas vezes me vi chegar a janela
contemplar estrelas, vislumbrar a lua,
tendo por companheira a sombra da noite,
o silêncio das ruas . . .
 
Não sabes o quanto esperei que a porta se abrisse
lerdos minutos do dia,
longas horas noturnas,
minhas longas horas vazias,
 
Ah! Não sabes o quanto seria feliz
ao contemplar tua volta!

O calor do beijo guardado
com gosto de desejo,
ah! não o sabes,
o quanto de carinho queria te dar.
Maria de Fatima Delfina de Moraes
Enviado por Maria de Fatima Delfina de Moraes em 01/11/2007
Reeditado em 07/04/2017
Código do texto: T718881
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria de Fatima Delfina de Moraes
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
1767 textos (42360 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/17 17:11)
Maria de Fatima Delfina de Moraes