Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto




Saudade



Quando fecho os olhos
percebo no fundo da retina
as palavras que não foram ditas
impedidas, engasgadas
pelo teu orgulho atroz !
Quando abro os olhos deparo
com a casa vazia,o leito desfeito
da noite que dormi a sós...
embrulhada nas lembranças
escutando o pio da tristeza
que me espia pelas frestas
qual gatuno que quer se apropriar
invadir, cercar, conspurcar,matar!
Estendo a mão e toco o vazio
aquecido pela tua energia
que ainda paira circulando
no ar!



Bjss e muita paz!

Imagem do site google
http://miniluah.blogs.sapo.pt/tag/saudade
Sônia Maria Cidreira de Farias
Enviado por Sônia Maria Cidreira de Farias em 05/12/2007
Reeditado em 17/06/2008
Código do texto: T765847
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para a obra original.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sônia Maria Cidreira de Farias
Jequié - Bahia - Brasil
2945 textos (222643 leituras)
1 e-livros (1013 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/17 13:30)
Sônia Maria Cidreira de Farias