Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Nesta saudade que guardo

Não porque não consigo
encarcerar no meu peito
esta saudade que vivo
Estrela te sei e te sigo
olho o céu mas não consigo
retirar-te do meu peito
como se te esperasse
ou ao teu amor voltasse
nesta saudade que guardo

Almada, 1/6/2005

(in memoriam)
Maria Petronilho
Enviado por Maria Petronilho em 01/06/2005
Código do texto: T21378
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Maria Petronilho
Almada - Setúbal - Portugal, 68 anos
1267 textos (136855 leituras)
60 áudios (14441 audições)
9 e-livros (6354 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/07/20 13:23)
Maria Petronilho

Site do Escritor