Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quando os sonhos morrem

Por Iolanda Brazão


Quando os sonhos morrem
Levam consigo uma parte de nós
A vida vira de ponta a cabeça
Tudo deixa de ser

Quando os sonhos morrem
Deixa de existir cor
Tudo é só dissabor
No peito uma grande dor

Quando os sonhos morrem
Dilacera  o coração
Deixa marcas de sangue no chão

Quando os sonhos morrem
Tritura as fantasias
Acabam as alegrias

Quando os sonhos morrem
O élan vital que anima nossas  almas
Também jaz com ele


E todo o sabor da vida
Agora discolorida
Trôpega iludida
Caminha sem deleite

Quando os sonhos morrem
A música para
E desce o véu do silêncio.

Iolanda Brazão
Enviado por Iolanda Brazão em 23/11/2006
Código do texto: T299082


Comentários

Sobre a autora
Iolanda Brazão
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
346 textos (33067 leituras)
3 áudios (634 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/04/21 14:35)
Iolanda Brazão