Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amarguras...

   Ressentidas...Elas subalocam outros males...Que reprimem...
Seu turístico momento covarde, que nauseia, tiraniza e titubeia.
   Vem invertendo o sentido dos fatos, das trilhas, e do rastro.
São voluptuosas e insanas, e contém o gérmem da indiferença.
   São produtoras de mortes e riscos.
Por vezes utópicas e ufanas, são puro regozijo...
   E no epílogo de suas vidas, depois, viram um ser sem viço...
Megulhado no pó do ostracismo...infecundo.
Valéria Guerra
Enviado por Valéria Guerra em 11/06/2011
Código do texto: T3027922

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Valéria Guerra
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
3458 textos (122658 leituras)
196 áudios (9325 audições)
3 e-livros (184 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/10/19 06:11)
Valéria Guerra