Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Horto-morto

por um tempo, flores existiram
 
mas com a dor frequente...
 
algumas persistiram...
 
mas não resistiram...
 
foste jardineiro inconsequente...
 
e das cores antes ali havidas
 
quase nada restou...
 
ficando a terra tingida de vermelho
 
fruto dos espinhos que você semeou
 

punida pela ingenuidade de outrora
 
vejo a fertilidade sucumbindo
 
tristes vossorocas surgindo
 
fundas cicatrizes desenhando
 
restos de alegria por ali esvaindo
 
 
se não eras pra ter o jardim tão sonhado,
 
por que fincou raízes tão profundas,
 
que impedem um novo semear ?
 
Má Oliveira
Enviado por Má Oliveira em 01/03/2007
Código do texto: T397965

Comentários

Sobre a autora
Má Oliveira
Sorocaba - São Paulo - Brasil, 56 anos
280 textos (17025 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/09/20 07:35)
Má Oliveira