Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

eternamente

    devagar foste chegando,
  como quem não quer nada,
  foste me conquistando.
 e meu coração tão indefezo,
  cheio de ilusão,
  fui te amando...
 foram anos de amor e paixão,
 mas,derrepente foste afastando,
    me esqueceste talvez?...
        não sei...
este amor que chegou devagar.
ainda esta em meu coração.
  e quem sabe um dia..
nas estrelas mais belas do universo,
  onde não haja maldade e orgulho.
  a gente possa se amar,
      eternamente.....
elisabete bertaia
Enviado por elisabete bertaia em 21/09/2005
Código do texto: T52341


Comentários

Sobre a autora
elisabete bertaia
Piracicaba - São Paulo - Brasil, 60 anos
31 textos (2410 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/05/20 20:24)
elisabete bertaia