Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Prisioneiro

Olhos fixos nas estrelas brilhando
Assim vou levando a vida
Olhos fixos nas ondas do mar
Sigo em meus pensamentos

Pensamentos que esvoaçam
A procura do momento
Da frase, do gesto, da ação
Que me tornou saudoso

Não quer me dizer quando foi?
A inocência me faz esquecer
Onde te magoei, te feri
Suplico, não me abandones!

Sinto o mar como um simples aquário
Onde estão contidos meus sentimentos
Presos na saudade, na angústia
Buscando o teu perdão

Sou prisioneiro de mim
Prisioneiro do medo, da dor
Á procura da liberdade
Vou seguindo, com esperanças

De libertar o animal que há em mim
De fazer aflorar o amor que sinto
De gritar bem alto, para todos ouvirem
“Que eu te amo muito!”

Juraci Rocha
Enviado por Juraci Rocha em 02/10/2005
Código do texto: T55663


Comentários

Sobre o autor
Juraci Rocha
São Paulo - São Paulo - Brasil
342 textos (132221 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/20 12:24)
Juraci Rocha