Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Minha sombra

Sou ríspido, espinhoso, desastrado com as palavras.
Na ausência do espelho miro no próximo
Prejulgo, inquiro, magoo, infiro, firo
São tiros no pé
Na minha sombra, no meu assombro.
Tudo isso só pertence a mim.
Sou eu o alvo.

Sou cego e surdo
E finjo ver longe
E finjo que ouço algo além de minha voz
Sou mudo
E brado bravatas nas esquinas.

Ninguém está a salvo de minha irascibilidade
Da minha ignorância pedante
Da minha filosofia de almanaque
De meu conhecimento de araque
De meus ataques,
De meus achaques
De meus achismos.

Um dos meus mecanismos de defesa
Essa forma besta de virar a mesa.

São tempos que me doem
É minha forma torta de compartilhar a minha dor.
Mauro Gouvêa
Enviado por Mauro Gouvêa em 17/05/2016
Código do texto: T5638696
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Mauro Gouvêa - www.recantodasletras.uol.com.br/autores/maurogouvea). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Mauro Gouvêa
Alfenas - Minas Gerais - Brasil, 54 anos
432 textos (60326 leituras)
3 áudios (884 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/11/19 02:02)
Mauro Gouvêa