Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Eutanasia

Ando triste, tão triste, ultimamente,
que já sinto saudade do meu riso.
Há algo a sibilar no meu juízo,
como se fosse um guizo de serpente.

Dessas coisas que dão dentro da gente,
que não têm qualquer explicação.
Será o olhar tristonho do meu cão
tentando exprimir a dor que sente?

Será que o seu grunhir intermitente,
que teima chafurdar na minha mente,
em busca de sinais de compaixão...

não seria, quem sabe, um apelo:
uma vez que eu não possa entendê-lo,
que permita à morte a tradução.
Herculano Alencar
Enviado por Herculano Alencar em 13/03/2018
Código do texto: T6279100
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Herculano Alencar
São Paulo - São Paulo - Brasil, 64 anos
1498 textos (67035 leituras)
24 áudios (477 audições)
13 e-livros (4125 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/06/18 22:39)
Herculano Alencar

Site do Escritor