Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FRAGMENTOS CARDÍACOS
Juliana Valis



Escrevo como forma de desabafo,

Para fugir do abismo das horas

Que nos prendem ao mundo,

Enquanto tu me vês, enquanto tu não choras,

Coração carente de um amor profundo... 




Escrevo parcamente, assim,

No parco desenrolar da vida,

Nessa inépcia que desaba em mim,

Do começo ao fim, na ilusão rendida

Aos fragmentos lúdicos de um coração... 




Por favor, não peça que a emoção se renda

Ao imundo abismo deste mundo atroz,

No fundo, o vértice do sonho é senda

Dos versos nítidos nas correntezas sós,

Como rio sem foz, numa mesma prenda,

Transbordando a inépcia da vida tão veloz,

Quando o amor incida além de toda lenda

Numa alma insigne, além da dor, em nós !



----
Juliana Silva Valis
Enviado por Juliana Silva Valis em 09/09/2007
Código do texto: T644574

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para o site). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Juliana Silva Valis
Brasília - Distrito Federal - Brasil, 33 anos
3989 textos (886139 leituras)
4 e-livros (1867 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/12/17 15:00)
Juliana Silva Valis