Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Por que


Por que
Paro parada perante parede pueril
Pinto paisagens plenas...
Pássaros, plantas, planetas, pastos...

Porta púrpura por onde passo
Para percorre pegadas perdidas
Pelo passado, presente, por vir...

Por fim, paralisada, penso penalizada:
Por que percorri pastagens, pedras, picadas
Planícies, pontes, paradas,
Para plenamente postada,
Perceber: perdi.

Susana – 12/09/2007
Maria Sobreira
Enviado por Maria Sobreira em 12/09/2007
Código do texto: T649739

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria Sobreira
Lauro de Freitas - Bahia - Brasil, 46 anos
12 textos (1226 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/12/17 08:10)
Maria Sobreira