Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Dia dos meus Dias

Ontem, durante a chuva, era a tristeza que caía.
Ontem, de dia, vi a noite e sua mente fria
E que nada mais meus olhos pudessem ver

Com a verdade como opção, como nada é sério
Diante da escolha da amenização, mente
Mente longe, distante, minha, mente

Condição que me dei, que sinto em mim
Diferente do que eu era, tudo que eu desprezo
Não, sem egoísmo agora, não mais

Não dou adeus à razão, sem mim eu não vivo
Nem em mim, nem em outra mentira.
Natal
Enviado por Natal em 27/09/2007
Código do texto: T670635

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Natal
Imperatriz - Maranhão - Brasil, 33 anos
33 textos (1640 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/12/17 15:30)
Natal