Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ampulheta da vida...

O sol se pôs e logo vejo a noite se aproximar, o tempo urge, e a ampulheta do tempo, marca a vida efêmera, finita e temporal, no cais vejo o mar calmo, que te levou de mim, as gaivotas voam e gorjeiam esperando a exata hora da sobrevivência, no olhar de quem parte vejo a profunda tristeza, porque não sabe se volta, no peito de quem fica, um vazio imenso que não tem mais fim, mas a vida segue, tal qual um barco desgovernado, a deriva e sem destino, procurando o seu porto seguro.
Ubaldo Santos de Jesus
Enviado por Ubaldo Santos de Jesus em 08/09/2019
Código do texto: T6740091
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ubaldo Santos de Jesus
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 55 anos
1299 textos (23406 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/09/19 19:08)
Ubaldo Santos de  Jesus