Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amargo de minha alma

No vejo nada,
Só vejo o que nunca vi.
Sei que acabou a estrada,
E eu parei por aqui.

Minha alma esta amarga,
Azeda como fel
Meus versos estão sujos,
E não são dignos de um ser do céu.

Para um só bem
Aqui fico
E para não magoar ninguém
Meus versos ficam também.
Rukha Elfo
Enviado por Rukha Elfo em 01/10/2007
Código do texto: T676284
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rukha Elfo
Várzea Grande - Mato Grosso - Brasil, 30 anos
492 textos (59114 leituras)
1 e-livros (110 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/17 04:04)
Rukha Elfo