Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Suplício

Quão longe dos teus braços...
Suplico reprise do tempo
Abro as janelas de minha mente,
Tenho fome de tempo...
Quero-te agora,
Antes que um vazio me invada
Aconchega-me ao teu peito
Dá-me de beber do teu prazer
Aqui e após
Pois minha dor
É parte dessa verdade.
E na pureza dos teus carinhos
Vem, possua-me,
Já sou cativa
Escrava do teu olhar.
Possua-me como os animais,
Sem pudor nem pressa,
Com a intimidade de tuas mãos
Reviva minha alma,
Que na quietude da noite
Beija-te a boca
Pois tu és meu amo
Meu senhor,
Para sempre.
Luciah López
Enviado por Luciah López em 11/10/2007
Reeditado em 18/08/2009
Código do texto: T689950
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Luciah López
Curitiba - Paraná - Brasil
1432 textos (76772 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/12/17 20:08)
Luciah López