Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Tristonho



Era como uma manhã
Que nascia em promessa
Que ia se estabelecendo
Numa quase cumplicidade

Eu era o menino
Afoito, aceso, em asas
Tecendo sonhos
Içando as velas da partida
Para o encontro
                      MAS,
A brisa não veio
Você silenciou
E o menino diluiu-se em lagrimas.
Raimundo Nonato
Enviado por Raimundo Nonato em 20/10/2007
Código do texto: T702680

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Raimundo Nonato
Teresina - Piauí - Brasil
257 textos (58776 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/17 02:11)