Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Não tenho álibi.







Noticiaram através do rádio
que no último amanhecer
assassinaram o amor.


Não sei por que, mas vieram
até a minha casa e disseram-me
que sou um dos suspeitos do crime.


Inquiriram-me onde eu estava
na última noite; indagaram-me
com quem passei a madrugada.


Quiseram saber quais meus álibis,
e quando expus que passei a noite
sozinho, condenaram-me de pronto.


Não fui o responsável pelo crime,
mas nem dei importância pela
infração que me atribuíram...


Pior que ser um suspeito do crime,
mais terrível até que ser condenado,
foi admitir que na vida sou um solitário.
IVAN CORRÊA
Enviado por IVAN CORRÊA em 29/10/2007
Código do texto: T715020
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Deve citar a autoria do texto). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
IVAN CORRÊA
Catalão - Goiás - Brasil
3127 textos (79263 leituras)
5 e-livros (155 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/12/17 03:58)
IVAN CORRÊA