Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DESCUBERTA DE UMA MORTAL

NEM SEMPRE FORAM MINHAS
ESTAS PALAVRAS AMARGAS
QUE PROFANO DIANTE DA LUZ
E, NEM SEMPRE TIVE
ESTE ROSTO VAZIO.

MINHAS MÃOS TINHAM VIDA
MEU CORAÇÃO SE MOSTRAVA
MEUS OLHOS NÃO ERAM AMARGOS
NEM ME DEI CONTA
QUE DENTRO DE MIM
ESTAVA TUDO PERDIDO.

SENSAÇÕES QUE NADA DIZEM
SENSAÇÕES QUE NEM TIVE
APENAS EU
ALGO INEXISTENTE.
 



Rosa Linhares
Enviado por Rosa Linhares em 29/10/2007
Reeditado em 31/10/2007
Código do texto: T715212
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Rosa Linhares
Teresina - Piauí - Brasil, 30 anos
50 textos (2035 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 05:00)
Rosa Linhares