Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Véu

Véu

Peito acumulado
De um véu destroçado
Teu rosto enganado
Leva-me pro lado
Onde está o meu travor

De um jeito espremido
Triste e apetecido
Em meio a gemidos
De prazer e dor

Adormecido no campanário
Um risco veio me fazer de otário
A estrela que o cega
É linda tem brilho raro

Sangue na estrada
Onde corro pra estar
Em outro lugar
Mas não há chão sob meus pés

Como se eu fosse tão leve
Que o vento pudesse levar
Eu chamo por um nome
A 500 decibéis

Quem me ouve?
Quem me acode?
Penso te encontrar, mas ao invés
Outro muro, outra parede
O eco da minha voz
E a minha imagem refletida
Numa poça vermelha
Anjelus
Enviado por Anjelus em 04/11/2007
Reeditado em 04/11/2007
Código do texto: T722539
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Anjelus
Apucarana - Paraná - Brasil, 44 anos
145 textos (3440 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/03/21 02:28)
Anjelus