Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sempre, sempre à sua procura
Em busca de um alento
Para minha alma sofrida
Poucos foram os encontros
Muitos foram os desencontros
Por que  esta  fuga?
Talvez por medo ou insegurança
Não demos chance ao amor
Momentos existiram pequenos e profundos
Por minha, por nossa culpa
Não viraram eternidade
Por minha, por nossa culpa
Não soubemos compreender
A pressa da vida
Serenamente nos afastamos
Sem despedidas, sem mágoas
Sem desencantos, sem dor
Nossos anseios permaneciam mudos
Em busca de uma felicidade  
Felicidade  que não conquistamos
Uma felicidade que cessou
Antes mesmo de começar.
Vilma Tavares
Enviado por Vilma Tavares em 16/11/2007
Código do texto: T740235
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Vilma Tavares
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
385 textos (18065 leituras)
9 áudios (690 audições)
10 e-livros (713 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/12/17 10:25)
Vilma Tavares