Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MORTE DA ALMA.

Minha alma, aos poucos, morre;
Na sua ausência.
Meus olhos perdem o brilho
Diante da grande tristeza
Que está me afligindo.

A todo instante penso em você.
Meu sentimento ainda presente
Não apaga, em mim, esse querer.

Olho-me no espelho
Na esperança de enxergar
Os traços da minha felicidade.
Mas, nessa tentativa, nada vejo...
As lágrimas que rolam pela face,
Tiram-me a visão asperamente.
Uma Mulher Um Poema
Enviado por Uma Mulher Um Poema em 23/11/2007
Código do texto: T749527
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Uma Mulher Um Poema
São Paulo - São Paulo - Brasil
3083 textos (513582 leituras)
81 áudios (27981 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/12/17 17:41)
Uma Mulher Um Poema

Site do Escritor