Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

BARGANHA

Vê mar, me vesti de branco pra ti,
no embalo de tua onda eu quero ir.
Sentir teu sal aqui em minhas entranhas
a libertar-me de dores estranhas,
mas que são muito minhas conhecidas.
Misturar em ti, lágrimas perdidas
e, mais o tempo que apenas me arrasta
porque simplesmente sou de outra casta.
Aliás, eu já nem sei mais quem sou...
E, se tu me rejeitares, pra onde eu vou?
Se me aceitares, te darei essas flores.
Mas, por favor, leva de mim essas dores!
Tânia Regina Voigt
Enviado por Tânia Regina Voigt em 30/11/2007
Reeditado em 13/04/2009
Código do texto: T759937

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome da autora). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Tânia Regina Voigt
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil
1026 textos (48260 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/17 00:44)
Tânia Regina Voigt