Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Vivendo o desconhecido

Quem eu sou?
que pergunta mais recíproca,
não sei mais do que eu gosto,
mas sei que você me faz muito bem.

Ah! Amanheceu finalmente,
o que eu poderia fazer?
para satisfazer o meu procurado eu,
e deixar de pensar o que eu poderia fazer.

Muito complicado isso não?
onde o desejo se choca com a incerteza,
incerteza do pensamento perdido,
sonhos e fantasias dos quais eu não me recordo.

Será assim então,
se eu não sei de que eu gosto,
eu poso gostar de qualquer coisa?
ou posso ter feito coisas das quais eu não possa gostar?

Tive que bater a cabeça inúmeras vezes,
para perceber então,
que eu provei do que eu fiz
mas no entanto, não gostei.

E percebi também,
que muitas coisas não me fazem bem,
e se não fosse você,
teria medo de voar assim tão alto.

Eu tive que abrir a janela,
apenas isso...
e ja sei o que eu não sou,
mesmo não sabendo ao certo do que eu gosto.
Thiaguinhu
Enviado por Thiaguinhu em 14/02/2008
Código do texto: T860019

Comentários

Sobre o autor
Thiaguinhu
São Carlos - São Paulo - Brasil, 32 anos
74 textos (12413 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/05/21 20:24)
Thiaguinhu