Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Estranho


Cansado de tanto andar sentei-me á beira do caminho
Com sede e com fome, pois há dias não me alimentava.
Quando de repente vi uma estranha criatura se aproximar
Parou em minha frente, pediu licença enquanto sentava.

Ofereceu-me água e um pedaço de pão, eu aceitei.
Quase num gemido,olheipara o céu e disse:- obrigado Senhor.
Ele sério olhou para mim e perguntou, a quem agradeces.
Eu respondi: -agradeci a Deus meu pai vosso pai.

Bem sério ele disse,eu sacieisua sede e alimentei teu corpo.
Em vez de me agradecer, agradeces a quem nada te deu.
Pois estavas aí atirado como um traste pelo chão

Então envergonhado fechei os olhos,baixei a cabeça e chorei.
E quando me levantei para explicar, ele não estava mais ali.
Apenas ouvi seu riso e sua voz dizer: -sou Jesus meu irmão.
Volnei Rijo Braga
Enviado por Volnei Rijo Braga em 31/07/2005
Código do texto: T39129
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Volnei Rijo Braga
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 73 anos
2317 textos (154919 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/07/20 16:25)
Volnei Rijo Braga