Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Revolução

REVOLUÇÃO

O sol explodiu.
A planta bipou.
Os homens
trocam beijos
e gestos sinceros.

E nós?

Os países estão mudando,
a consciência negra está se impondo.
O medo está morrendo.
Os loucos estão lúcidos.

E tu?

Os bandidos calaram-se,
a justiça está se globalizando.
O machismo está sendo condenado
 e as mulheres estão solteiras.

E eu?

O que eu aprendi neste glóbulo?
Onde estão os edifícios que criei
ou os tornei difíceis?

Onde está o meu sorriso próximo
ou deixei o próximo distante?

A vida é dura
ou ando só no escuro?

A revolução ainda
nem me tocou.

Abro a minha carne
sutilmente,
cortando de leve a minha casca DURA
e seca,
dia a dia,
à noite ainda mais profundo.

Forte e leveza
andam juntas
para invadirem e partirem
as paredes ocultas dos meus tecidos e picharem
REVOLUÇÃO
e marchar de alma

C    o    L    o    R    i    D    a

Daniel Pinheiro Lima Couto

15/07/2007




Daniel Couto
Enviado por Daniel Couto em 21/09/2007
Código do texto: T662964

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Daniel Pinheiro Lima Couto). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Daniel Couto
Curitiba - Paraná - Brasil, 35 anos
110 textos (6674 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/12/17 02:17)
Daniel Couto