Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

a pomba na praça

Deus me livre
de todas essas igrejas
do reino de Deus
da graça do reino de Deus
dos últimos santos dos dias
Igreja de São Malaquias
da ola pentecostal
do homem Neanderthal
do absíntio abismal
dos etc. e tal
católicas, apostólicas, profanas
sabe-se lá quão mundanas
soberanas no rito
de como enganar o povo
que come casca de ovo
orando pelo que come
                            t
                            e
                            r
na hora do jantar
ter o que adorar
orar e aí co-meter
meter e depois de pecar
pensar na absolvição
ilustres eles se dão
a quem nunca foi condutor
de ovelhas que não vêem a cor
da lã que o calor induziu
olha,
vá ingerir o abiu
que quem produziu não colheu
no jardim do Éden se deu
a festa de Papai Noel
com muitos pastores e ouro
e dólares e conta no banco
enquanto no banco da praça
uma pombinha com graça
defeca e urina alheia
ao que nossos olhos não vêem


Rio, 25/08/2007
Aluizio Rezende
Enviado por Aluizio Rezende em 04/10/2007
Código do texto: T679706

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Aluizio Rezende
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
6831 textos (148019 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 16:54)