Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Gratuidade


Estende o teu olhar manso e vago,
Contemplas "in locuo" essa natureza
Vede como é bela em seus rasgos
E lenitiva em suas profundezas.

O mar se debatendo nas encostas
Em seu rugido insistente a deleitar,
Os rios que nas suas correntezas
Estão sempre a procura desse mar.

Oh! Vede esses lagos santuários,
As matas de rígido esplendor,
Têm a mesma luz difusa dos sacrários
Onde a natureza canta em seu louvor!

Vede os campos em floridas primaveras
As várzeas, as areias, as inertes pedras
O sol, a lua, os astros em esferas
E tudo o mais que sobre a terra medra!

Vede os bichos sob toda a espécie
felinos, anuros, aves e insetos
Que num cio evolutivo gera e cresce
E tudo oferece sem fazer excetos!

Curva-te ó homem, em suprema gratidão
E na humildade, em troca, oferta o bem
Pois mesmo sem saberes a razão
Te foi dado ainda o sorriso e o perdão.

Juraci da S Martins
Enviado por Juraci da S Martins em 19/03/2020
Código do texto: T6891645
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Juraci da S Martins
São Sepé - Rio Grande do Sul - Brasil
204 textos (6435 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 28/03/20 15:24)
Juraci da S Martins