Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Reflexão Entre Caim e Abel (reedição)

Um osso, uma pedra, um pedaço de madeira,
Uma mão disposta a atender a vontade,
Uma mente entorpecida pela inveja, de maneira,
Que foi cometido o primeiro assassinato da humanidade.

Caim matou Abel, não teve paciência,
E Abel tombou morto...
Estava feito, não tinha mais retorno a inocência...
Estava abalado o mundo, acabou o conforto.

Onde estava Adão, para orientar suas crianças?
Onde estava Eva, com a sabedoria de mãe, que não percebeu as diferenças?
Onde estava a onipresença de Deus, que não impediu Caim?

Jamais o Criador poderia ter amaldiçoado Caim...
O Pai de todos, nada fez,
Ou já sabendo o que iria acontecer,
Deixou a humanidade começar a padecer.

( E o que Ele fez? Marcou Caim. Será que foi inveja de um pai da sua criação)

Os caims de hoje continuam a sua sina,
Os abéis rezam e rogam a Deus Proteção,
Mas não cessam a fúria assassina,
Continua viva e em constante movimentação.

O meu Caim é muito forte,
O Meu Abel está amedrontado,
Com receio da morte,
Ou com o Caim novamente ser confrontado...

Só que o meu Abel está de armas nas mãos,
O meu caim terá que ter mais que osso,
Pedra e madeira para o seu intento.
Será que o bem está preparado para o confronto,
Com um alter-ego cheio de desalento?

Não tenha medo,
Porque embora sejamos racionais,
Vou te contar um segredo:
Somos metades animais!

EMERSON DANDA
EMERSON DANDA
Enviado por EMERSON DANDA em 20/05/2020
Reeditado em 20/05/2020
Código do texto: T6952889
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
EMERSON DANDA
Toritama - Pernambuco - Brasil, 57 anos
215 textos (81510 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 27/09/21 00:11)
EMERSON DANDA