Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DESENTERRANDO OS DONS E OS TALENTOS

Vim visitar os mortos...
Não é dia de finados
Mas hoje vim visitar
os antigos companheiros que jazem;
os que outrora que caminhavam comigo.
Entretanto, na batalha fui desertor e os abandonei;
e tombaram como grandes heróis.
E hoje na região dos mortos,
dos abandonados,
daqueles que foram esquecidos e ultrajados,
estão ali dormindo “o sono”
​​​​​em suas moradias,
a sete palmos abaixo do nível dos vivos,
com os cobertores de madeira
e debaixo de uma laje fria,
com as portas bem seladas e concretadas.
Ali eles vão se deteriorando através dos dias,
desvalorizando-se os talentos
que Deus me deu.
Tendo em minha consciência que Este
virá buscar com rigor e com juros.
Os juros dos dons e talentos,
que são os meus frutos
de todos os meus recursos.
Os dons e os talentos são usados
pelos membros do corpo de Cristo,
com a finalidade de granjear e edificar almas;
é Cristo andando ainda na terra,
através dos que estão vivos.
Os dons e talentos são para o avanço do Reino,
que são dados sem arrependimento
...eles nunca foram embora.
Como o amigo Lázaro,
na escuridão, eles dormem ansiosos.
Ansiosos para que alguém
com coragem venha não os exumar,
mas ressuscitá-los,
e diga-lhes com fé:
DONS E TALENTOS,
VENHAM PARA FORA... AGORA!!






 

Nota: Esta poesia foi Deus falando comigo muito forte através
da Parábola dos dez talentos, em Mateus 25:14-30. 

Leia também: 
Van Gogh e os profetas de Deus
JESE FERREIRA poesias
Enviado por JESE FERREIRA poesias em 16/08/2019
Reeditado em 18/08/2019
Código do texto: T6721644
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autoria do poeta brasileiro cristão Jese Ferreira). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
JESE FERREIRA poesias
Bebedouro - São Paulo - Brasil, 38 anos
164 textos (6070 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/19 05:12)
JESE FERREIRA poesias