Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

E chegou Beatriz

Eu vejo o facho de luz
Entrou clareando todo a lar
De onde ele veio trouxe consigo noções do amar
Trancinha douradas e olhos castanhos bem clarinhos!!!!
Que os nossos não vêem de tão miudinhos!!!

Do ninho quentinho de onde ela vem...
É lugar que hoje só sabe quem tem
Empurra daqui, espreguiça acolá....
É Bia que chega querendo ficar

É emoção da boa, melhor coisa não há
Braçinhos e pernas se agitam, parecem voar
No berço embalamos canções de ninar
É Bia que chega trazendo consigo o seu estrelar

E chega valente em busca do lar
Penetra na gente qual chuva no ar
A luz é tão forte que nos faz chorar
De tão claro azul cintilante a bailar
É Bia que chega querendo mamar

No seio materno, abastança que há
Alimento tão puro e tão bom de dar...
É alimento amor...
Que só quem é mãe é quem sabe dar

Quem sabe atriz no palco ela está
Declama poesias de chorinho no ar
Cantigas são várias de vozes viris
Tentando ninar a linda Beatriz

Dorme criança dorme que Jesus te conduz
E cresce dia após dia plantando tua luz...
Corre, brinca, pula e solta balão
Assim é Beatriz a semeando emoção
Ensinando a todo mundo o que é gratidão

                                                                          Adolfo Carvalho
Adolfo Carvalho
Enviado por Adolfo Carvalho em 03/09/2007
Código do texto: T636613

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Adolfo Carvalho
Feira de Santana - Bahia - Brasil, 48 anos
9 textos (411 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/12/17 23:48)
Adolfo Carvalho