Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Pirata da Madrugada

Quando a luz da última casa
Apaga-se
E todos da cidade iam dormir
Era o Pirata da Madrugada
Que começava a surgir

Dizem que ninguém nunca viu seu rosto
Ou quem viu corre
E também que sente um grande desgosto
Ou então morre

Sua sombra, dizem ser fantasma

Ele anda a noite inteira na rua,
Dizem que quem o vê, ele arranca a unha
Ou estão some
Para não haver testemunha

Há gente que garante:
Eu vi
Outros exibem-se em um alto-falante
Nunca vi
E nunca verei

Dizem que sua sombra
Se passa sobre uma flor
Mata
Ela murcha

Dizem que quem quer vê-lo
Não vê
Mas um dia irá percebê-lo
Quando estiver sozinho...

Enquanto você ler este texto
Cuide-se
Tente perceber
Pois ele pode estar lendo
Junto com você...
Vinícius Nascente
Enviado por Vinícius Nascente em 21/09/2008
Reeditado em 22/09/2008
Código do texto: T1189848

Comentários

Sobre o autor
Vinícius Nascente
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 24 anos
38 textos (1500 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/05/21 16:55)