Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Nave do Espaço


Que belo planeta azul e luminoso, vejo além a vogar...
Talvez seja o mesmo que nossos ascentrais visitaram!!!
Ficaram as lendas dos imensos mares e animais a lutar,
Seus habitantes inteligentes, e a civilização a despontar.

Na atmofesta azul e profunda, brancas nuvens vogavam,
Nas árvores frondosas, cresciam frutos e trinavam aves...
Nos oceanos, seres aquáticos, as vagas alterosas cortavam,
Com corpos vigorosos, de cores variadas e formas suaves.

Mas dizem os ultimos relatórios recebidos dos guardiões,
Que agora os habitantes já não respiram a plenos pulmões,
Que o veneno, fumo, poluição, os conduzem á destruição...

Furacões em fúria, vidas destruídas, guerras, inundações,
Seres em fúria destroem, apunhalam, matam, violações,
Será que ainda há tempo de a tanto mal, colocar travão?
Arlete Louro
Enviado por Arlete Louro em 23/10/2005
Código do texto: T62738


Comentários

Sobre a autora
Arlete Louro
Alpiarça - Santarém - Portugal, 64 anos
245 textos (37668 leituras)
3 áudios (202 audições)
5 e-livros (297 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/20 05:14)
Arlete Louro