Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Delírios Deliciosos

Beijando ferida podre
Comendo banana crua
Imagino tua alma
Toda suja e toda nua.

Trepando numa figueira
Lascando o meu pulmão
Viro morto, morto-vivo
Remoendo meu irmão.

Cuspindo na tua boca
Bebendo todo o pus
Busco vida e acho morte
Busco treva e acho luz.

Manifesto minha ira
Através da poesia
Busco ódio e encontro amor
Acho raiva e poesia.

Parindo podres palavras
Vomitando fezes porcas
Fico todo nauseado
E sujo como uma porca.

Comendo fezes humanas
Bebendo urina e vinho
Morro, louco de vergonha
De vergonha de morrer.

(Publicado na antologia “XI Komedi”, da editora Komedi, São Paulo, 2007 e na antologia “O Amor na Literatura”, da Casa do Novo Autor Editora, São Paulo, 2006)
Valdeck Almeida de Jesus
Enviado por Valdeck Almeida de Jesus em 04/09/2007
Código do texto: T638461
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Valdeck Almeida de Jesus
Salvador - Bahia - Brasil, 51 anos
1310 textos (615019 leituras)
26 áudios (5243 audições)
99 e-livros (63428 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/17 06:00)
Valdeck Almeida de Jesus

Site do Escritor