Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sempre-nunca

No despertar da lótus,
teu reflexo no espelho,
sublinhando ancestrais demandas,
e passivos comunitários semblantes

Ação e reação, carma
frutificando intenções,
más, boas e neutras

Shiva, libertarás
Darei-lhe vontade própria
Flutuará, então, de volta para casa

Talvez, sempre-nunca
nunca, talvez, sempre
E nestes cânticos, emerso

Futuro-passado,
tempo atemporal

https://www.poesiasnonsense.com/2019/02/sempre-nunca.html
Antonio Archangelo
Enviado por Antonio Archangelo em 06/09/2019
Código do texto: T6738505
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Antonio Archangelo
Rio Claro - São Paulo - Brasil
39 textos (215 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/03/21 09:07)
Antonio Archangelo